Posts

Postagem em destaque

Porque estamos aqui / Why we are here

Image
Brasil 2 Brasil (é para ser lido Brasil "to" Brazil)*** está chegando para preencher uma lacuna nos sites de viagens e aventura que já existem. Como o nome sugere, "Brasil" (escrito com "s", como nós (brasileiros) fazemos) está se apresentando ao "Brazil" (como estrangeiros escrevem) e "mostrando nossa cara"! Em nossos artigos, sempre procuraremos mostrar o inesperado, o peculiar. Nossa expectativa é surpreender os leitores com curiosidades e detalhes que mesmo os nativos daqui muitas vezes desconhecem. Nossos artigos trarão turismo, cultura, culinária, costumes, e muito mais... Mais do que informação, desejamos esclarecer os leitores com indicações, dicas, e muita diversão! *** significa "Brasil para o Brazil".

Brasil 2 Brazil is coming in order to fill a blank among the travel blogs and websites already existing.
As the name implies, "Brasil" (written with "s", as we brazilians do), will present itself to &qu…

O Canto e o Encanto da Ilha dos Papagaios no Pará.

Image
O canto e o encanto  da Ilha dos Papagaios no Pará.

Saindo um pouco da rotina, diferente de tudo que eu já havia feito em vários passeios pelo #Pará. Fiquei curiosa e muito ansiosa para experimentar este passeio da Amazon Star Turismo. Já havia passeado de barco pela Ilha de #Cotijuba, minha queridinha, claro! Mas parece que esse passeio prometia muita atração e diversão, algo me dizia que seria fonomenal!
Bom, nem dormirmos ansiosos para que a hora chegasse e pudessemos aproveitar bastante esse momento. Acordamos cedo, mais ou menos as 3 horas da madrugada, antes que o sono pesado pudesse nos encontrar, saímos de #Belém para presenciar o nascer do sol em uma das ilhas mais fantásticas do estado do Pará. Como a distância entre o município de Ananindeua e Belém é longe, saímos cedo para não perdemos o barco. O trânsito na madrugada de Belém foi tranquilo e mais rápido do que durante o dia. Optamos por um táxi, que custou aproximadamente R$ 60 reais até o trapiche da Avenida Bernardo Sai…

Por que a Ilha do Combu é o refúgio para os turistas?

Image
Se está pensando em viajar a #Belém e se isolar do mundo, está tarefa é muito fácil. Antes de partir para essa aventura, não se esqueça de pousar no aeroporto internacional de Belém, localizado na Av. Júlio Cesar no bairro Val-de-cans no estado do #Pará.  Para quem não conhece  a cidade, pegue um táxi que custa em torno de R $ 60,00 reais e  em trinta minutos você estará no centro de Belém, onde ficam localizados a Estação das Docas, mercado do Ver-o-peso, Forte do Castelo, Mangal das Garças, Museu Emílio Goeldi  e entre outros pontos turísticos da cidade. Se você esta pensando em fazer muito além do que seus pensamentos desejam encontrar, quer fugir do barulho e da correria da metrópole da Amazônia para cidadezinhas do Pará.  Este aqui é seu lugar! Vamos lá que eu te levo até uma ilha fantástica, pertinho de Belém. 



Depois de tanto pesquisar e ouvir sugestões desta ilha,  eu @Brasil2brazil, meu esposo @jeromeshaw  e a  minha irmã @eloizabeckman  resolvemos embarcar  aqui mesmo na Ilh…

O que você pode fazer com o cupuaçu, fruto tropical da região amazônica do Brasil?

Image
Olá Pessoal!

Aproveitando minha paixão por essa fruta deliciosa, eu vou mostrar  a vocês o porquê eu sou completamente apaixonada por essa fruta maravilhosa que é  Cupuaçu. Sei que muitos brasileiros não sabem o que fazer com essa delícia do Pará. Então eu vou falar para vocês que tudo sobre essa delícia que nós paraenses temos a sorte de tê-la em nossas mesas. O fruto é tropical castanho, em forma oval, típico do estado do Pará, no norte do Brasil. Tem um cheiro forte e peculiar que domina qualquer ambiente. O fruto do Cupuaçu é unicamente Paraense *. Enquanto a maioria das pessoas acham que tem um aroma atraente, outros acham que é um cheiro natural terroso.

A árvore do fruto do cupuaçu  é grande e áspera. Ela  mede aproximadamente 10 a 18 metros de altura. O fruto é oval alongado, medindo aproximadamente 25 centímetros de comprimento.  Sua casca é lisa, lenhosa de cor acastanhalada. A poupa é branca, ácida e abundante em volta das sementes. A fruta tem um sabor amargo e pungente. …

Na Terrinha dos búfalos- O Marajó

Image
O Marajó - Parte I

Eu, Laudy Beckman do Brasil 2 Brazil Travel e meu noivo Jerome Shaw do Travel Boldly, fomos convidados a explorar a Ilha do Marajó no Pará, que até então era desconhecida aos nossos olhos. Conhecer o arquipélago do Marajó foi uma honra e um privilégio enorme, graças ao trabalho maravilhoso do Fotógrafo paraense Sr. Arthur Valente, das orientações da jornalista Sra. Benigna Soares, que  nos indicou a Pousada dos Guarás no Pará – Brasil, como sendo o melhor lugar para hospedagens e lazer no Marajó. A grande oportunidade para conhecermos o Marajó foi o convite da Poudada dos Guarás, um privilégio conhecer a cidade, as comidas típicas e a cultura desta região e embarcamos nessa idéia!O Marajó é uma ilha rodeada de praias de água doce por todos os lados, igarapés, manguezais, fazendas e florestas, localizada na foz do Rio Amazonas, com aproximadamente 40.100 km² é a maior ilha do Brasil e  a maior ilha fluviomarítma do mundo, com uma vasta floresta e mangues, se diferenci…

Comidas Regionais Paraense

Image
Parrots Island - Brazil
Não é a toa que a culinária paraense tem conquistado muitos seguidores nas regiões do Brasil e do mundo, devido seu forte sabor amazônico, com o toque paraense e uma riqueza gastronômica muito regional e peculiar, que dar água na boca só de imaginar. Eu não estou aqui para ensinar nenhum prato gastronômico e sim para mostrar as comidas regionais paraense com sabores especiais e iguarias inigualáveis. E aposto que você irá amar! Vamos conhecer os melhores pratos preferidos dos paraenses.

Tacacá: Encontrado nas esquinas de Belém e vendido por tacacazeiras ou em restaurantes especializados em comidas típicas. O famoso tacacá do Pará, ficou conhecido por uma mistura exótica de sabores e que tem conquistado muitos seguidores no mundo. Ele é servido numa cuia preta e é consumido quente nas tardes calorosas de Belém como uma sopa, sem colher, é levado a cuia direto a boca como se fosse um caldo de sopa, contendo: tucupi, goma de tapioca cozida, jambu, camarão rosa seco,…